quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

PRODUÇÕES COGUMELO

À excepção das postagens de promoção dos filmes que o clube de cinema apresenta, o "blogue" do Gostos Discutem-se tem estado ao abandono.
Eu próprio, que durante algum tempo continuei a resistir, ingloriamente, espicaçando, desafiando, convidando potenciais autores de "posts", os quais, depois de variadas promessas de colaboração, acabavam por me deixar pendurado, decidi ir desligando botões. [O do interesse, o da motivação, o do prazer da escrita no blogue].

Mas se há uma razão para tornar a entrar neste palco, essa razão é a sessão do dia 12/12/12, toda praticamente a cargo das Produções Cogumelo.
Em primeiro lugar, uma palavra acerca das Produções Cogumelo, de que o Gostos Discutem-se é, sem dúvida, e a vários títulos, promotor e padrinho.
Parece-me extraordinário - e meço bem a palavra - que, num tempo de crise [porque as sociedades em crise geram "tempos de crise"], que, pois, num tempo de crise económica e cultural, de valores ou de entusiasmos, o clube de cinema tenha sido o espaço de surgimento de um grupo de jovens cinéfilos dispostos a passar da contemplação à acção: fizeram "curtas"; ganharam prémios; investiram os prémios; e - este é o princípio do projecto - todos cooperam em todos os aspectos da realização das ideias de cada um deles. O realizador de um filme é actor em outro, ou o camera-man num terceiro, ou o responsável do som de um quarto filme. De algum modo, como afirmava o André Vieira, todos fazem tudo, ou um pouco de tudo, num movimento de solidadriedade e entreajuda que tem permitido multiplicar obras, aperfeiçoá-las técnica e artisticamente, e, porventura, principiar a difundi-las - para já em Portugal, mas quem sabe o que o futuro lhes reserva?

As curtas a que assistimos têm já um elemento de profissionalismo que não podemos deixar de mencionar. Escolhem os lugares adequados para as filmagens, preparam-nas com uma grande seriedade, trabalham até altas horas, com persistência e amor.
Amor e humor. A trilogia cómica é uma sucessão hilariante (e desconcertante) em que se leva até às últimas consequências uma ideia aparentemente muito simples: a maravilha está na "orquestração" da ideia, no rigor das representações, no inesperado das ligações.

Se o filme de terror não oferece propriamente novidades em relação aos filmes que os inspiram, é no entanto um tarabalho cuidadoso e um terreno de ensaio promissor. Alguns momentos são autênticos achados - e, numa síntese, a ilustração de como com poucos meios se pode fazer muito, e se pode ir fazendo cada vez melhor.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

12.ª Sessão em 12-12-12

Já repararam no calendário?
Amanhã é a última capicua do século:
12-12-12


O Clube de Cinema não é supersticioso e apenas acha piada ao facto até porque se trata da Sessão N.º 12 deste ano lectivo.

Vamos ter, no entanto, uma sessão especial.
As "Produções Cogumelo" (que nasceram na ESPJAL) vão apresentar no AUDITÓRIO às 14h30
 
2 Curtas-metragens
em ESTREIA MUNDIAL

"Lobsta"

3.º filme da série "Krustacheos"
(depois de "Krab" e "Chrimp")
 e
 

"Dam of the Dead"

Vamos ter só 12 presenças nesta sessão?






segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

11.ª Sessão do Clube de Cinema de 2012/2013 (118.ª desde 26 Nov 2008)

Quarta-feira no AUDITÓRIO
5 de Dezembro às 14h30


O Carteiro de Pablo Neruda (1994)
de Michael Radford


filme apresentado pelo
prof. Francisco Morais




terça-feira, 27 de novembro de 2012

10.ª Sessão do Clube de Cinema de 2012/2013 (117.ª desde 26 Nov 2008)

Quarta-feira no AUDITÓRIO
28 de Novembro às 14h30


O Castelo Andante (2004)
de Hayao Miyazaki


Apresentado pela
Ana Sofia Pendão do 10.º C




terça-feira, 20 de novembro de 2012

9.ª Sessão do Clube de Cinema de 2012/2013 (116.ª desde 26 Nov 2008)

Quarta-feira no AUDITÓRIO
21 de Novembro às 14h30


Melinda e Melinda (2004)
de Woody Allen


Apresentado pela
Matilde Albuquerque do 10.º G


terça-feira, 6 de novembro de 2012

8.ª Sessão do Clube de Cinema de 2012/2013 (115.ª desde 26 Nov 2008)

Quarta-feira no AUDITÓRIO
7 de Novembro às 14h30

Memento (2000)
de Christopher Nolan
 

Apresentado pelo
Rodrigo Teixeira do 10.º A



terça-feira, 30 de outubro de 2012

7.ª Sessão do Clube de Cinema de 2012/2013 (114.ª desde 26 Nov 2008)

Quarta-feira no AUDITÓRIO
31 de Outubro às 14h30

Taxi Driver (1976)
de Martin Scorsese

Apresentado pelo
Afonso Gonçalves do 10.º A



terça-feira, 23 de outubro de 2012

6.ª Sessão do Clube de Cinema de 2012/2013 (113.ª desde 26 Nov 2008)

Quarta-feira no AUDITÓRIO
24 de Outubro às 14h30

Os Imortais
de António-Pedro Vasconcelos
filme apresentado pelo
realizador e crítico de cinema
António-Pedro Vasconcelos
 


terça-feira, 16 de outubro de 2012

5.ª Sessão do Clube de Cinema de 2012/2013 (112.ª desde 26 Nov 2008)

Quarta-feira no AUDITÓRIO
17 de Outubro às 14h00

O Sacrifício (1985)
de Andrei Tarkovsky

Apresentado pela
Ana Carvalho do 11.º B

terça-feira, 9 de outubro de 2012

4.ª Sessão do Clube de Cinema de 2012/2013 (111.ª desde 26 Nov 2008)

Quarta-feira no AUDITÓRIO
10 de Outubro às 14h30

O Piano (1993)
de Jane Campion


Apresentado pela
Joana Silva do 11.º C

terça-feira, 2 de outubro de 2012

3.ª Sessão do Clube de Cinema de 2012/2013 (110.ª desde 26 Nov 2008)

Quarta-feira no AUDITÓRIO
3 de Outubro às 14h30
 
As Serviçais (2011)
de Tate Taylor
 
Apresentado pela
Carolina Barrosa do 9.º F
 

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Adeus, raparigas

Voltei a ver, há pouco tempo, o filme Beleza Americana (1999, Sam Mendes). O bom de rever filmes é que se descobrem novas perspetivas que são importantes mas fogem da história principal. Sim, o filme aborda os problemas de meia-idade de Lester Burnham (Kevin Spacey). Mas também fala de uma esposa em crise (Annette Bening) e revi a cena formidável em que ela, desesperada por ver que a “vida perfeita” que construiu está ser destruída pelo marido, ouve no carro, o apropriado “Don’t rain on my parade” (Barbra Streisand).

Dirigi agora a atenção para o bom desempenho das duas raparigas: a filha, Jane (Thora Birch) e a amiga, atrevida, Ângela (Mena Suvari). Thora, então com 17 anos, cria uma adolescente credível: reservada e crítica, e não pateta como, por vezes, são apresentadas as adolescentes no cinema. Fá-lo muito melhor do que Juliette Lewis (de 18 anos na altura), com a adolescente histriónica do Cabo do Medo (Scorcese,1991), trabalho pelo qual recebeu o óscar de melhor atriz secundária.

É claro que apenas vemos o resultado final. Não sabemos do argumento, da direção de atores, das indicações do realizador. Mas o que vemos faz sentido.

Estas adolescentes mais “sossegadas” associam-se frequentemente a raparigas mais extrovertidas, aparentemente mais seguras e experientes que fazem (ou dizem fazer) coisas que as amigas não têm coragem. Mas precisam da âncora e do contraponto uma da outra, pois não sabem lidar com a atenção que provocam. A atenção para elas significa serem aceites como crescidas mas como se adivinha o que não se sabe? Que fazer com o medo paralisante de parecer ridícula? As amigas protegem os seus “defeitos”. O desenho destas meninas está muito bem feito. Encontramo-las com frequência na escola. De todas as idades.



Para todos mas especialmente para elas… Boas Férias.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

O Clube de Cinema no FORA D'HORAS na SIC

Vale a pena ver... e principalmente aos 10 minutos fala-se do Clube de Cinema "Gostos Discutem-se"

domingo, 10 de junho de 2012

Prémios do 3.º Festival de Curtas

Entrega de Prémios do 3.º Festival de Curtas-metragens organizado pelo Clube de Cinema "Gostos Discutem-se" da Escola Sec. Prof. José Augusto Lucas em 06 de Junho de 2012.




Prémio Especial Aluno Mais Assíduo para David Santos que frequentou 28 das 30 sessões do CC de 2011/2012.

Outros alunos com muita assiduidade: Rodrigo Figueiredo (27), Carolina Barrosa (23), João Leão (20), Joana Silva (18), Ana Carvalho (17), Ana Sofia Pendão (17), Carolina Machado (15) Matilde Albuquerque (15).




Prémio Especial REVELAÇÃO para Carolina Machado pelo entusiasmo contínuo e contagiante e por ter sido um membro do CC que, recém vindo, imediatamente se integrou, com um grande interesse e dinamismo, tendo participado no Workshop de Guionismo, apresentado um filme ("Inquietos") e promovido a presença do Pai no Clube, a fim de apresentar e falar sobre um filme (Paris, Texas).
Concorreu também ao 3º Festival de Curtas com "As Caixinhas Dela".




Prémio MELHOR ACTRIZ para Madalena Delerue Frischknecht no filme "Quando os Monstros Deixam Pegadas".

"Pela enorme expressividade e naturalidade com que a actriz intrepreta um personagem que constitui, ao longo de toda a curta-metragem, o plano principal. Pela naturalidade com que se deixa acompanhar pela câmara numa história que lhe é inteiramente dedicada."



Prémio MELHOR ACTOR para Guilherme Tavares no filme "Krab".
"Pelo controle e seriedade do actor ao interpretar um papel onde não terá faltado vontade de rir.
Fazendo uso de uma expressão contida e natural, o actor consegue dar corpo a uma atmosfera que de simultâneo realismo e nonsense."



Prémio MELHOR IMAGEM para João Martins no filme "Focus".
"Pela qualidade extraordinária do trabalho de câmara, a suavidade expressiva dos planos, a luz.
“Focus” revela um trabalho de imagem impressionantemente profissional e uma montagem muito bem concebida, transmitindo claramente a proposta temática do argumento."


Prémio MELHOR MONTAGEM para Rodrigo Teixeira no filme "ILL".

"Pela noção de plano e de corte, de tempo e movimento.
A montagem de som e a combinação entre a música de Ryiuchi Sakamoto e as sequências filmadas conseguem criar a sensação de tensão e angústia associadas ao tema tratado – o bullying."



Prémio MELHOR REALIZAÇÃO  e MELHOR FILME (ex-aequo) para Rodrigo Teixeira pelo filme "Imminent".

"Pela noção de narrativa fílmica, pela justa combinação dos tempos e dos planos, pela leveza e expressividade da imagem, pela adequada escolha dos actores, “IMMINENT” resulta num filme coeso, equilibrado e com apreciável valor estético."


Prémio MELHOR FILME (ex-aequo) para Filipe Caetano em "Krab".

"Pelo uso profissional do tempo, pelo rigor do enquadramento, pelo contido humor que reside no inteligente aproveitamento de uma situação realista, pelo profissionalismo do actor, “KRAB” é um filme surpreendente, coerente e conseguido no seu todo."


Prémio MELHOR ARGUMENTO para Inês Oliveira pelo filme "Quando os Monstros Deixam Pegadas".

"Pela qualidade artística e pela originalidade do tema. Pela beleza e profundidade do texto que, embora não totalmente traduzido em imagem da forma mais eficaz, constitui um argumento notável e um ponto de partida que possibilita inúmeros interpretações cinematográficas."




Prémio MELHOR FILME para Ana Carvalho e João Leão em "Miguel"



"Pela construção e coesão narrativa. Pelo equilíbrio e justa articulação dos diversos elementos fílmicos. Pela qualidade artística de alguns planos. Pelo recurso à sugestão do não dito, ainda que irregularmente conseguido, “Miguel” é já um filme."

domingo, 3 de junho de 2012

30.ª Sessão do CC de 2011/2012


ENTREGA DE PRÉMIOS

3.º Festival de Curtas


Quarta-feira no Auditório

06 de Junho às 14h30


Sessão de entrega dos Prémios e Diplomas
a todos os participantes das curtas
.


LISTA DOS FILMES A CONCURSO

BÁSICO

As Caixinhas Dela

Duração: 9 minutos
Argumento Montagem e Realização: Carolina Machado (9.º B)
Fotografia: Carolina Machado
Música: Carolina Machado e Isabela Nóbrega
Guarda-roupa e Caracterização: Carolina Tavares e Carolina Machado
Intérpretes: Matilde Albuquerque, Gonçalo Silva, Bárbara Ribeiro, Mafalda Aragão, Carolina Viegas, Afonso Gonçalves, Sofia Furtado, Raquel Barrau e Sofia Gestosa.

15:15

 

Duração: 3 minutos
Argumento e Realização: João Martins (9.º B)
Fotografia: Rodrigo Braz
Montagem e Edição: Rodrigo Teixeira
Intérpretes: David Santos.
ILL

Duração: 4 minutos
Realização: Filipe Caetano (9.º B)
Argumento: Filipe Caetano e Rodrigo Teixeira
Fotografia: Filipe Caetano, João Martins e Hugo Costa
Montagem e Edição: Rodrigo Teixeira.
Intérpretes: Rodrigo Teixeira, Filipe Caetano, Afonso Rodrigues, Frederico Caetano.

Imminent
Duração: 5 minutos
Realização: Rodrigo Teixeira (9.º B)
Fotografia: Afonso Rodrigues e André Vieira.
Montagem e Edição: Rodrigo Teixeira.
Cenários: Clara Pereira
Intérpretes: Filipe Caetano, Patrícia Pereira e Jeggy.

Krab
Duração: 3 minutos
Argumento e Realização: Filipe Caetano  (9.º B)
Câmara: Rodrigo Teixeira
Intérpretes: Guilherme Tavares.

Focus
Duração: 5 minutos
Realização: Rodrigo Teixeira (9.º B)
Argumento : Rodrigo Lourenço
Montagem e Edição: Rodrigo Qinkardete
Câmara: João Martins
Intérpretes: Rodrigo Teixeira.

SECUNDÁRIO
Quando os Monstros Deixam Pegadas
Duração: 7 minutos
Realização: Inês Oliveira (11º C)
Argumento e Montagem: Inês Oliveira
Música: The Doors - Riders on the Storm, Bon Iver - Creature Fear
Intérpretes: Madalena Frischknecht.

Miguel
Duração: 10 minutos
Realização: João Leão (10.º G) e Ana Carvalho (10.º B)
Argumento: Ana Carvalho e João Leão
Fotografia: João Leão
Operador de Câmara: Ana Carvalho e João Leão
Montagem: João Leão
Produção Gráfica: Margarida Leão
Intérpretes: Francisco Pinheiro, Laura Kang, Luísa Simão e João Albuquerque.



O ano passado foi assim...




Este ano como vai ser?

terça-feira, 29 de maio de 2012

29.ª Sessão do Clube de Cinema de 2011/2012 (106.ª desde 26 de Nov 2008)

3.º Festival de Curtas
Quarta-feira no Auditório
30 de Maio de 2012 às 14h30



Exibição das curtas-metragens realizadas pelos alunos e ex-alunos da ESPJAL.

Não são indicadas as curtas-metragens a concurso porque algumas delas estão em processo final de edição. Assim que tudo estiver concluído serão divulgados os títulos e os seus autores. De qualquer forma já existe a certeza de concorrem 6 curtas no básico e 2 no secundário.


Extra-competição será exibido a curta "Siddhartha" do ex-aluno João de Almeida d'Eça.

Este ano a composição do júri do festival será constituído por:

Joana Pontes (realizadora)
Elisa Costa Pinto (ex-professora ESPJAL)
José Pacheco (professor coordenador do CC)
André Vieira (ex-aluno da ESPJAL)
Carolina Barrosa (8.º D)
Patrícia Herdeiro (11.º F)


Desta vez vamos apresentar, finalmente, a curta-metragem

"Um Dia Frio"de Cláudia Varejão

seguido de debate.